Péricles de Freitas Druck é homenageado em festa na Casa NTX, em Porto Alegre

Ocasião marcou o lançamento do documentário sobre a vida do empresário

Marili e Péricles Druck (Andréa Graiz/Divulgação)

O documentário “Péricles de Freitas Druck — Meu Tempo É Agora”, que conta a história do jornalista, advogado e empresário, foi lançado oficialmente durante um festa na Casa NTX, no último sábado (27). Idealizada por Marili Réquia Druck, esposa de Péricles, e dirigida pelo cineasta Roberto Turquenick, a obra foi apresentada a autoridades, empresários e amigos do homenageado em primeira mão na elegante ocasião, organizada pela Autentique Eventos. A coordenação geral da noite foi de Luiz Jacintho Pilla.

Os convidados foram recebidos ao som da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul, que encantou a todos. Após a chegada do casal de anfitriões e homenagens, uma versão reduzida do documentário foi exibida. O jantar teve assinatura do chef Lúcio, e os doces foram de Lúcia Suñé. Um dos destaques foi o bar do Dudu Drinks, colocado em meio ao salão e ao lado da pista. Ainda teve show da banda Demônios da Garoa, da qual o homenageado é fã.

Quem é Péricles de Freitas Druck

Filho de juiz e neto de desembargador, Péricles de Freitas Druck não pensou em seguir outra profissão que não a de advogado. Quando jovem, assinava a coluna “Panorama Político” do jornal Correio do Povo, onde, na redação, sentava-se frente a frente com Mario Quintana. Quando se deu por satisfeito com a experiência, saiu do jornal, manteve sua bem sucedida banca de advocacia, e começou a empreender.

A partir daquele momento, deu início à implantação de um novo conceito de desenvolvimento urbano. Sob sua concepção, os antigos loteamentos se transformaram em comunidades planejadas. Na esteira desses negócios imobiliários, nasceram a Habitasul, o Hotel Laje de Pedra, Jurerê Internacional e, posteriormente, a Celulose Irani. No documentário, Péricles fala de cada uma dessas empreitadas e também da capacidade de reerguer-se, quando houve o episódio Habitasul-Meridional, ao qual teve que abrir mão de 80% de seu patrimônio para refazer-se.

O documentário será distribuído gratuitamente em escolas de Porto Alegre e, também, em sessões especiais e gratuitas no cinema, em Porto Alegre e em Florianópolis.

Veja mais fotos do evento de lançamento:

Beatriz e Carlos Konrath (Andréa Graiz/Divulgação)
Artur Ting e Daniela Caieron (Andréa Graiz/Divulgação)
Adriana Kavietz e Rafael Kaiber (Andréa Graiz/Divulgação)
Laura Schirmer e Luiz Jacintho Pilla (Andréa Graiz/Divulgação)
André Strauch, Marcia Machado e Paulo Leopoldo Beise (Andréa Graiz/Divulgação)
Beatriz Gershenson e Carlos Fernandes (Andréa Graiz/Divulgação)
Adriana Cauduro, Stephan e Cristiana Holtermann (Andréa Graiz/Divulgação)
Valkiria Schotkis (Andréa Graiz/Divulgação)
Wilson e Claudia Ling (Andréa Graiz/Divulgação)
Silvia e Ricardo Russowsky (Andréa Graiz/Divulgação)
Eliane Jochims e Suzana Chaves Barcellos (Andréa Graiz/Divulgação)
Rodrigo e Barbara Fischer (Andréa Graiz/Divulgação)
Roberto Turquenitch (Andréa Graiz/Divulgação)
Roberta de Abarnno, Airton Vargas e Andréa Pinto de Só (Andréa Graiz/Divulgação)
Nei Starosta e Lucila Osório (Andréa Graiz/Divulgação)
Magda Beatriz (Andréa Graiz/Divulgação)
Livia Bortoncello (Andréa Graiz/Divulgação)
Regina e José Fortunati (Andréa Graiz/Divulgação)
Ingrid Stemmer e Paulo Rodrigues (Andréa Graiz/Divulgação)
Ieda e Tarsila Crusius (Andréa Graiz/Divulgação)
Guiomar e Hiram Beccon (Andréa Graiz/Divulgação)
Carla Lubisco (Andréa Graiz/Divulgação)
Gilberto e Suely Petry (Andréa Graiz/Divulgação)
Felipe Lucca, Nagila Ourique e Karoline Ourique Lucca (Andréa Graiz/Divulgação)
Elisabeth Araújo e Adamastor Pereira (Andréa Graiz/Divulgação)
Christina Gadret Jardim e Marcos Vasconcelos Jardim (Andréa Graiz/Divulgação)
Eduardo Fernandez e Ana Júlia Vieira (Andréa Graiz/Divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *